Especial Parodius, Parte 4: Parodius (32 Bits)

h_hg101

Gokujou Parodius Da! Deluxe Pack – PlayStation / Saturn

 

No começo da vida do Playstation’s, a Konami lançou um “Deluxe Pack” contendo ambos Parodius e Gokujou Parodius. Ambos são conversões praticamente perfeitas dos arcades – o que de forma geral é muito bom, exceto pelo fato que estas versões não possuem os extras das demais versões (não há a fase da casa de banho do Parodius 1, ou os personagens extras do Parodius 2). Parodius 1 compensa isso com uma fase de trem exclusiva (na área de espaço antes da segunda fase, mate dos os inimigos da primeira formação, e então acerte só o primeiro inimigo da segunda formação. Não atire em mais nada e logo tudo vai explodir, te levando para a fase secreta). Gokujou Parodius tem umas poucas faixas de música com vocais, que você pode ouvir através do menu de opções. Enquanto a versão para PlayStation de Gokujou tem barras verticais à esquerda e direita da tela, a versão para Saturn tem uma opção para extender a tela no comprimento total. Há um pouco de slowdown e espera para loadings em ambos, mas de forma geral são bem sólidos.

Jikkyou Oshaberi Parodius – PlayStation / Saturn / PSP (1995)

 

Já que Jikkyou Oshaberi Parodius foi lançado quando a era 16 bits estava acabando e a era 32 bits começando, a Konami decidiu portar o jogo para Playstation e Saturn. Pouquíssima coisa mudou. Os gráficos mal melhoraram, com algumas mudanças nos gráficos aqui e ali (o Papai Noel malabarista da primeira fase foi trocado pelo Colonel Sanders, por exemplo). Mas as músicas foram refeitas em qualidade superior.

 

Outras mudanças incluem um modo para dois jogadores simultâneos (incluindo uma anunciante feminina para o segundo jogador), menos slowdown, a adição de pistolas (light guns) “Justifier” atirando em você na fase do Lethal Enforces (com efeitos sonoros de “Reload!” e tudo mais) e a batalha contra o Goemon é menos irritante (e tagora tmbém inclui o Ebisumaru). A maior mudança é a inclusão/alteração de alguns chefes. Você agora enfrenta um trem com cara de gato no fim da fase do Lethal Enforcers (não havia um chefe ali antes) e ao invés do “boss rush” do original (onde você enfrentava a deusa do Mystical Ninja e paródias de vários chefes do Gradius), você enfrenta agora um punhado de personagens do jogo  Puzzle-dama da Konami.

 

Você também tem acesso à dois modos Omake. Um deles é uma fase adicional feita de peças de Lego (como as fases Omake/Lollipop do primeiro Parodius). O outro te leva à uma pista de corrida, onde você tenta pegar o máximo de “speed-ups” que conseguir enquanto tenta não bater, e destrói os chefes o mais rápido que puder – um conceito muito bacana. A versão para Playstation também conta com um modo extra chamado “Accident”, onde você é levado randomicamente para fases compostas totalmente por inimigos poligonais (como um vulção que lança berinjelas e uma nave Moai). Já que provavelmente o Saturn não conseguiria rodar algo assim, sua versão tem um modo “Extra”, que altera as formações dos inimigos. Ambas versões tem ainda mais fadas para serem encontradas, além de um personagem secreto – Kid Dracula.

Apesar das versões para 32 bits serem definitivamente mais completas, você não está perdendo muita coisa se você se contentar com a versão para Super Famicom. A versão para PSP muda a música da primeira fase, já que aparentenmente eles temiam serem processados pelos autores da música original.

Sexy Parodius – Arcade / Saturn / PlayStation / PSP (1996)

Sexy Parodius, o ápice do absurdo da série, tem um lugar especial no meu coração que é quase obceno. Inicialmente lançado para arcade e então portado com precisão para Saturn e Playstation, Sexy Paro começa com Takosuke gerenciando uma espécie e agência de caçadores de recompensa, onde os agentes ajudam pessoas com problemas. De forma geral, aqui se tem menos personagens do que em Jikkyou Oshaberi (apenas dez no total aqui), sendo que as inclusões mais notáveis são Ace do Twinbee Yahho! e os Options do Gradius.

Sexy Parodius muda o paradigma usual dos jogos de tiro ao te dar missões com objetivos, como por exemplo, coletar um certo número de moedas numa fase, ou destruir um certo número de máquinas. Se você atingir o objetivo, você avança uma fase. Se perder, você vai para uma fase alternativa. Logo, apesar do jogo ter apenas seis fases de duração, existem oito fases ao todo – e um epílogo especial, se você conseguir vencer todas as fases. Isso aumenta bastante o fator de replay do jogo, especialmente com as divertidas cenas que você assiste quando ganha ou perde. A jogabilidade básica não mudou muito, mas agora você consegue um “Pac-Man” ajudante chamado Alex, que você pode alimentar para torná-lo mais forte, o que te ajuda bastante.

 

Os gráficos são os melhores da série, incluindo muito mais piadas visuais (confira o cara do Yie Air Kung Fu, ou os OVNIs que ao explodir deixam uma pontuação em gráficos “old school”)  e mais pinguins fazendo todo o tipo de coisas ridículas (como o pinguim sadomaso trabalhando no computador, o o outro que fica babando nas mulheres tomando banho). O som do jogo continua à estar num padrão altíssimo, e cara personagem agora tem sua própria voz, adicionando ainda mais personalidade à eles. E as músicas são do mesmo besteirol – uma versão adocicada do Battle Hymn of the Republic é a que mais chama a atenção. Como você pode ver, há bastante “conteúdo gráfico” no jogo, mas com certeza este não é um jogo pornográfico – nunca ultrapassando a linha de jogos para maiores de 13 anos.

Com seu alto valor de replay, gráficos excelentes e modo para dois jogadores, Sexy Parodius não é apenas o melhor jogo da série Parodius, mas provavelmente melhor que todos os jogos da séries Gradius também.

Em breve: Paro Wars!

1996)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s