Especial Parodius, Parte 2: Parodius (8 Bits)

h_hg101

Parodius – MSX / PSP (1988)

Uploaded on ftp.funet.fi
Parodius (MSX)

O Parodius original do MSX é um jogo totalmente diferente de todo o resto. Enquanto três dos personagens selecionáveis aparecem no jogo arcade – Tako, Vic Viper e Pentarou – existem também dois outros personagens: Goemon, da série Mystical Ninja, e Popolon, dos jogos Knightmare. Ele sofre do mesmo problema dos outos jogos de nave do MSX – o scrolling quadro a quadro o o movimento que torna o jogo mais difícil do que deveria ser. E devido à paleta do cores limitada, nele realmente falta a parafernalha visual que realmente faz o Parodius se destacar dos demais jogos de nave. Mesmo assim, ele tem toda uma coleção de absurdidades que você não vai ver em nenhum outro episódio da série, então vale à pena jogá-lo, memso que seja só por causa disso. Uma versão especial foi incluída no Parodius Collection para o PSP, que conserta o scrolling, tornando o jogo melhor.

Nele estão dois dos chefes mais interessantes. O da esquerda joga pedra-papel-tesoura contra você. O da direita é uma boneca com a cara de um “Henohenomoheji” – isto é, desenhada com caracteres japoneses – isso geralmente é usado para se fazer espantalhos.

 

Parodius – NES (1992)

Para uma versão para NES, Parodius chama bastante a atenção. os gráficos são muito bons para  o console, apesar do slowdown e flickering. Este jogo chegou à ser lançado na Europa – apesar da roupa da dançarina de Vegas ter mudado bastante. A maior diferença é uma fase nova inteirinha, que se passa num parque de diversões. De todas as fases exclusivas para consoles, tenho que dizer que esta é provavelmente a melhor de todas, especialmente os dois chefes bem legais perto do final.

 

Parodius – Gameboy (1992)

parodius-covergbj
Capa do Gameboy

Como muitos jogos da Konami, Parodius também ganhou uma versão portátil, desta vez para Gameboy. Algumas fases terem sido removidas (você pode jogar todas, ou usar um seletor de fases para escolher de onde quer começar), e a fase exclusiva aqui é uma fase de cristal vagamente similar à do Gradius 2. O chefe final é pilotado pelo cérebro do Life Force/Salamander, mas apesar disso não é uma fase muito interessante. Eles também colocaram as idades de todos os personagens na tela de seleção (Vic Viper certamente é bem velha, não?)

Há um tanto de flickering, mas ainda é bem jogável. E provavelmente devido ao borrado da tela do Gameboy original, a velocidade da sua nave é bem lenta – você precisa de três speed ups antes de realmente poder se esquivar de alguma coisa. Este jogo também foi lançado na Europa, e relançado na compilação Konami Classics 4.

 

Em breve: Parodius (16 bits)!

Anúncios

Um comentário sobre “Especial Parodius, Parte 2: Parodius (8 Bits)”

  1. Мy flip, my turn.? Larry statsd eagerly wiggⅼing to get a chance to talk.
    ?I believe the best factor about Godd is that he can beat up the
    satan as a result of the satan is frіghtening and imply and uly and unhealthy and God can beat him up so thе deᴠil can?t harm us like
    he did those ԁemon crammed ⲣeopple iin Jesus dау.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s