Review de Metal Gear (1988, NES)

Artigo originalmente publicado no site Hardcore Gaming 101.

PLATAFORMA: NES
PUBLISHER: Ultra
DESENVOLVEDOR: Konami
GÊNERO: Ação/Aventura
NÚMERO DE JOGADORES: 1
ANO: 1988
REVIEW ESCRITO POR: Matt Hull 

Um dos melhores jogos de todos os tempos tem que ser o Metal Gear. Ele tem tudo… grandes gráficos, música com clima, ótimos controles, e um monte de inovações. Este foi um dos primeiros jogos da Ultra (empresa-irmã da Konami). Ele foi lançado em 1988 e teve uma continuação no NES e mais tarde um jogo para PlayStation. Entretanto, este é o ponto alto da série, na minha opinião. Até mesmo a continuação para NES não conseguiu ultrapassá-lo.

O objetivo em Metal Gear é infiltrar-se em uma área isolada em Galesburg, na África do Sul, conhecida como Outer Heaven. Há rumores que ali, um louco construiu uma terrível arma nuclear conhecida como Metal Gear. No papel de Solid Snake, (também conhecido como Justin Halley) você deve entrar escondido na base em Outer Heaven, obter cartões e equipamento que te ajudarão à entrar mais fundo na base, e manter contato com os seu comandante e outros aliados através de um transceiver. Outro objetivo é resgatar os prisioneiros que foram capturados. À medida que você avança no jogo e salva mais prisioneiros, o seu rank aumenta. Isto te dá mais energia e permite que você tenha mais munição de cada arma. Só tenha cuidado para NÂO matar nenhum prisioneiro. Se você matar um que seja, não há como você vencer. Dr. Petrovich é um dos cativos mais importantes que você deve encontrar. Ele está sendo forçado à construir o Metal Gear e só ele sabe como destruí-lo.

Mas é mais fácil falar do que fazer. Existem soldados que devem ser evitados e vários abismos, câmeras laser, escorpiôes, e várias outras armadilhas mortais á serem descobertas. Tenha certeza de vasculhar TUDO. A maioria dos ítens é difícil de encontrar. Existem vários edifícios em Outer Heaven. A maioria deles tem vários andares e muitas áreas à serem exploradas. Este é um dos fatores que torna este jogo tão bom. Outra coisa que você deve ter cuidado é de não escutar todo mundo. Várias pessoas vão te contactar pelo seu transceiver. Algumas pessoas são boas, mas há outras em quem não se pode confiar. Você descobrirá quem não merece confiança à medida que você progride. Outra coisa é que você enfrentará vários chefes em Metal Gear. Aprenda que armas funcionam contra eles.

Os gráficos de Metal Gear são excelentes. Eles tem aquele estilo Konami que dá ao jogo uma atmosfera bacana. Há vários detalhes, cores e animações para satisfazer qualquer jogador de vídeogame. Os gráficos não são como os de jogos como Ninja Gaiden 2 ou Mega Man 3, mas são ainda assim EXCELENTES  para um jogo lançado em 1988.

Em termos de música, eu REALMENTE gosto do que a Ultra/Konami fez em Metal Gear. Eles adicionaram muita variedade nas músicas. Algumas faixas são simplesmente muito legais, e outras tem um clima de apreensão. Existem apenas dois temas principais que você vai acabar ouvindo (bem, 3 se você contar com a música de “você foi visto”) 😉 mas existem muitas outras na última fase! A bateria e percussão são o que você esperaria de um jogo da Konami. As músicas são muito bem feitas.

No que diz respeito ao desafio, isso é o que não falta em Metal Gear. Há um MONTE de ítens que você deve achar, labirintos na selva onde você deve achar o caminho certo para prosseguir, e uma tonelada de armadilhas fatais aguardando você pelo complexo. Você vai querer fazer um mapa do jogo, pois ele é ENORME e há muito à ser explorado. Metal Gear é um dos três jogos mais difíceis da Konami/Ultra na minha opinião. Mas só porque ele é difícil isso não significa que o jogo não é bom. Muito pelo contrário.

O fator mais importante em Metal Gear é que ele é muito divertido. Simplesmente é muito legal se infiltrar num complexo secreto e isolado na África do Sul. O jogo tem muito suspense, MONTES de ítens e uma área enorme à ser explorada. Obter alguns destes ítens é extremamente divertido. Um ítem (caixa de papelão) permite que você se esconda e ainda ande por aí!! Isso sim é algo novo! Em não consigo enfatizar o suficiente o quão boa é a história do jogo. O final vai virar a sua cabeça. Você vai ficar surpreso com as coisas que vão acontecer. Para resumir, este é um GRANDE jogo para NES que acho que nunca recebeu os créditos que merece. E finalmente, para você que simplesmente não se cansa deste grande jogo, tente conseguir uma cópia do livro Worlds of Power sobre o Metal Gear. É ótimo e é uma leitura obrigatória para qualquer fã de Metal Gear.

GRÁFICOS:               8
SOM/MÚSICA:             9
CONTROLES/JOGABILIDADE: 7
NOTA GERAL:             9

Vídeos

Review do Angry Video Game Nerd

Jogo Completo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s