Do Outro Lado da Cerca: Zillion II: Tri-Formation (1987, SEGA Master System)

Nota do Tradutor: veja o artigo sobre o primeiro jogo Zillion para Master System antes de ler este artigo, para melhor compreensão.

Zillion II (chamado simplesmente de “Tri-Formation” no Japão) começa, como a maioria dos vídeogames, com uma tela de título. Infelizmente, já é aqui que a coisa começa à ir por água abaixo O primeiro problema é que a primeira tela diz “Round 1”.

Como? Zillion não deveria ter rounds, certo? É um adventure, certo? CERTO?

Capa Americana do Jogo

Assim que o jogo começa, você percebe imediatamente que as coisas estão erradas ao ver a barra de status. Para começar, sua energia é agora representada por uma barra. O Zillion original mostrava a sua energia de forma numérica. Por que? Isso faz você se sentir mais esperto. É como se dissesse que você esperto o bastante para compreender matemática sem precisar de uma representação visual. É como se dissesse “este é um RPG chique, pois mostramos estatísticas”. Um pouco pretensioso, talvez.

E há também o marcador de pontuação (Para quê? Eles só interessam em jogos estilo arcade). E cinco vidas restantes (Hã? Quando você morre em Zillion, você morreu, isso som contar o número minúsculo de continues). O que tudo isso significa? Essencialmente, Zillion II é um jogo completamente diferente do seu antecessor. O que antes era uma aventura assustadora dentro do frio e cruel coração do mal, agora se tornou um mero jogo de tiro e plataforma. E não é um bom jogo deste estilo, inclusive.

A primeira fase, assim como todas as fases de número ímpar em diante, conta com J.J. pilotando a Tri-Formation, uma motocicleta/robô futurista. Estas fases tem scrolling automático, logo elas parecem uma combinação de jogo de tiro e plataforma, já que você está constantemente pulando sobre abismos, lasers e tudo mais. Existem powerups à serem coletados, que recuperam energia (marcado como “L”) ou aumentam o poder da sua arma (marcado como “Z”). Pegue o marcado como “A” e você se transformará num robô. Essa coisa se chama “Armorator”. Eu juro por Deus que não estou inventando isso.

As fases com números pares são sequências de ação lateral, que podem até lembrar o jogo original, mas se resumem à apenas andar em linha reta, pulando e atirando. Existem alguns buracos que devem ser pulados e é só. Os designers gráficos pegaram algumas das piores cores que existem, pois afinal que grande vilão pintaria o interior de sua base de verde? Tipo, verde-ervilha. É de dar náuseas.

E o jogo vai ainda mais longe para te provocar. Apple e Champ novamente foram capturados, mas assim que você os resgata, eles dizem alguma coisa? Eles te ajudam? Bem, não. Eles desaparecem quando você os toca, e eles mal aparecem depois. Eles podem ser chamados para tomar o seu lugar nas fases de moto, e nada mais que isso.

Zillion II, do ponto de vista de alguém que adorou o original, é um desastre. Pelos olhos de qualquer outra pessoa, talvez o melhor que você possa dizer é que é um jogo inofensivo. Fica fácil imaginar como isso aconteceu. Zillion era um brinquedo, com um desenho animado à tiracolo, criado para vender mais brinquedos. Seu primeiro jogo foi um dos melhores jogos que o SEGA Master System tinha, mas era complicado demais para as crianças apreciarem, e certamente não servia para vender nenhuma moto transformável. Talvez o fato mais honesto é que o brilhantismo do jogo original foi simplesmente sorte, e que este era jogo que os executivos da Tatsunoko Animation realmente queriam que a SEGA fizesse.

É uma pena.

Zillion II em Português

Novamente, devilfox, juntamente com o grupo P.O.B.R.E., traduziu o Zillion II para português. Confira o patch aqui.

Vídeos

Jogo Completo (Parte 1 de 2)

Jogo Completo (Parte 2 de 2)

Galeria

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s