Do Outro Lado da Cerca: SEGA Game Gear

SEGA Game Gear

Bom dia! H0je terminamos a nossa série sobre os sistemas de 8 bits da SEGA. Hoje falaremos do SEGA Game Gear, o Master System portátil, lançado para competir com o Game Boy, da Nintendo.

SEGA Game Gear

O SEGA Game Gear foi primeiramente lançado no Japão, em 6 de Outubro de 1990, e seus títulos iniciais foram Super Monaco GP, Pengo e Columns, sendo que nos Estados Unidos este último acompanhava o console (talvez uma tentativa de replicar o sucesso do Gameboy, que se deveu principalmente ao fato de vir com Tetris na embalagem…).

Caixa do Game Gear Americano

O Game Gear foi a primeira tentativa da SEGA no mercado dos consoles portáteis, que era totalmente dominado pela Nintendo. Para que tal tentativa tivesse êxito, a SEGA precisava de um produto especial, que oferecesse grandes vantagens sobre o seu competidor. E a SEGA estava confiante de conseguir corrigir as falhas do produto da Nintendo e por no mercado um produto superior: ao contrário de seu competidor, o Game Gear era um sistema à cores (o Game Boy utilizava tons de cinza) e tinha tela com iluminação, enquanto o Game Boy precisava de um acessório externo para isso. Sem contar o formato do portátil, bem mais anatômico que o simples formato de “tijolo” do concorrente.

O desenvolvimento deste aparelho começou em 1989, sob o codinome Mercury, e se tratava basicamente de um Master System portátil, com um VDP capaz de exibir uma variedade maior de cores, além de possuir som estéreo. Sua tela com iluminação própria permitia se jogar no escuro, e seu formato foi feito para ser segurado pelas laterais, sendo mais confortável em uso contínuo, uma grande reclamação dos usuários contra o Gameboy, na época.

Game Gear Azul Japonês

O Game Gear foi lançado na cor preta (como de costume da SEGA naquele período) em todo o mundo, mas no Japão também foram oferecidas outras cores, que nunca foram lançadas fora daquele país, como vermelho, azul, amarelo e branco, assim como versões especiais ligadas à certos jogos.

Nos Estados Unidos, o Game Gear só chegou em 1991, acompanhado de uma feroz campanha publicitária na TV, atacando diretamente ao Game Boy. Lá ele também enfrentou outros portáteis coloridos, como o Atari Lynx e o NEC TurboExpress, mas apesar de nunca ter superado o aparelho da Nintendo, conseguiu conquistar o segundo lugar no mercado à frente destes.

Na Europa, apesar do domínio da SEGA na região, ele também não foi capaz de superar o Gameboy, ficando novamente em segundo lugar, sendo o primeiro console da SEGA a faturar menos que o equivalente da Nintendo por lá.

Aqui no Brasil, como era de se esperar, o Game Gear foi lançado pela Tectoy, mas não fez muito sucesso devido ao seu preço bastante elevado.

Caixa do Game Gear da Tectoy

O Game Gear, apesar de possuir um hardware superior ao Game Boy, não foi capaz de superá-lo no mercado, principalmente devido á algumas falhas críticas de design, além de ter poucos jogos de outras empresas, problema que já havia sido enfrentado pelo Master System, levando-o à sair do mercado em 1997. Entre as falhas, estão:

  • baixa duração de bateria, que durava cerca de 3 a 5 horas, no máximo, devido à tela com iluminação que consumia muito;
  • o aparelho era muito grande, principalmente porque tinha que alojar SEIS pilhas AA;
  • uma grande parte dos Game Gears lançados tinham capacitores defeituosos, que faziam a tela perder totalmente o contraste ao longo do tempo (e também o som) – este problema também atingiu o Game Boy e outros eletrônicos, já que era um problema que atingiu a fabricação de capacitores por um certo tempo;
  • apesar da conversão de jogos do Master System para o portátil (e vice-versa) ser extremamente fácil, isso não incentivou muito as empresas, já que neste momento o Master System já estava descontinuado no Japão e Estados Unidos. Apesar as software houses européias (e a Tectoy, aqui no Brasil) acabaram tomando vantagem desta característica.

Acessórios

Assim como é de praxe no mercado dos consoles, e principalmente no mercado dos portáteis, o Game Gear teve uma gama absurda de acessórios à sua disposição. Na sua enorme luta para se tornar relevante, o portátil da SEGA recebeu vários acessórios interessantes. Abaixo listamos apenas os principais, da própria SEGA. Visite este site para mais informações sobre praticamente todos eles, oficiais ou não.

TV Tuner

Caixa do TV Auto Tuner

Provavelmente o acessório mais famoso do Game Gear, o TV Tuner (conhecido como TV Auto Tuner no Japão) permite que o Game Gear sintonize canais de TV aberta por sinal RF. Ele é conectado no slot de cartucho do portátil, ficando um belo dial á mostra, acima da tela, para a sintonização de canais.

Caixa do TV Tuner (EU)

Master Gear

Caixa do MasterGear Americano

Eis outro acessório bastante popular. O MasterGear é um adaptador que permite conectar cartuchos de Master System ao Game Gear. Como o aparelho fica um tanto grande com esse acessório, mais um cartucho de Master System, ele tem um “parafuso” que o fixa ao Game Gear, para melhor sustentação. Aparentemente, este não é um acessório oficial, mas foi vendido aqui no Brasil pela Tectoy como tal.

Wide Gear/Super Wide Gear

Caixa do WideGear Europeu

O Wide Gear (chamado de Big Window no Japão) é literalmente uma lente de aumento que é acoplada à tela do GameGear, “aumentando” sua tela de 3.2 para 5 polegadas. Existem também o Super Wide Gear (Big Window II), que supostamente deve ter um aumento de tela maior que o seu antecessor, mas não se sabe exatamente para qual tamanho ele aumenta a imagem.

Caixa do Super Widegear Americano

Battery Pack/Powerback

Battery Pack

Tendo o problema de baterias do Game Gear em mente, a SEGA lançou o Battery Pack, para extender a duração do Game Gear.  Ele ficava pendurado no Game Gear por um cabo, e contêm uma bateria recarregável, que adiciona 3 horas de duração e pode ser recarregada 300 vezes. Mais tarde lançaram o PowerBack, chamado de Power Battery no Japão, que é essencialmente a mesma solução que a anterior, mas desta vez pode ser conectada na traseira do portátil (via parafuso), além de apresentar tempos de recarga mais rápidos e adicionar 4 horas extras de duração.

Caixa do PowerBack

Gear-to-Gear Cable

VS Cable

Conhecido como VS Cable no japão, este cabo permitia que dois Game Gears sejam conectados, para jogos multiplayer. É necessário que cada game gear tenha sua cópia do jogo para funcionar. Entre os jogos compatíveis com o acessório estão Columns e Aerial Assault, por exemplo.

AC Adaptor

Acessório super importante, o AC Adaptor permite que você ligue o seu Game Gear diretamente na tomada, sem a necessidade de usar pilhas (vale lembrar que naquela época, os portáteis não utilizavam baterias recarregáveis como hoje, logo não acompanhavam cabo para tomada😉

AC Adaptor

Car Adaptor

O Car Adaptor faz basicamente a mesma coisa AC Adaptor, mas desta vez permitindo-se ligar o Game Gear no soquete de isqueiro do carro – afinal, se o Game Gear era portátil, esperava-se que se pudesse utilizá-lo dentro do carro, certo?😉

Car Adaptor Japonês

A/V Cable

Ao contrário dos cabos A/V para portáteis atuais (como do PSP, por exemplo) que permitem que você veja a imagem do aparelho em sua TV, o cabo A/V do Game Gear faz exatamente o contrário: com ele, Você pode ligar um game Gear equipado de TV Tuner à uma câmera de vídeo ou à um vídeo cassette, e assistir o vídeo nele! Hoje em dia isso não parece muito interessante, mas vale lembrar que na época as câmeras não possuíam telas de LCD embutidas, o que tornava esta opção bastante especial.

A/V Cable Europeu

Outros Modelos

Variantes do Game Gear

Várias variantes dos Game Gear foram lançadas, na tentativa da SEGA de trazer mais relevância ao seu mal-fadado portátil. São elas:

Game Gears Coloridos

Game Gear Amarelo

Como mencionamos anteriormente, vários Game Gears coloridos foram lançados no Japão, nas cores azul, amarelo, vermelho e branco. Os modelos azul e vermelho possuíam os botões em preto, e não acompanham nenhum jogo. A versão amarela era similar, mas tinha botões verde-claros. Já a edição branca, era especial e limitada à 10 mil unidades, acompanhando um TV Turner branco e vinha numa maleta própria.

Game Gear Branco

Game Gear da Coca-Cola

Caixa do Coca-Cola Game Gear

A SEGA lançou no Japão (sempre por lá) uma edição especial da Coca-Cola em 1994, que acompanhava o jogo Coca-Cola Kid. O aparelho é igual ao Game Gear vermelho normal, mas tinha o logo da Coca-Cola:

Coca-Cola Game Gear

Magic Rayearth Knight Game Gear

Magic Knight Rayearth Game Gear

Outro modelo baseado no Game Gear vermelho, esta é uma edição especial que acompanhava o jogo Magic Knight Rayearth, baseado no desenho animado japonês de mesmo nome, do estúdio CLAMP. O aparelho tem serigrafado o logo da série, assim como o personagem Mokona (o bichinho fofinho à direita). Além do jogo, o aparelho vinha també, com um envelope especial e uma miniatura dourada do Mokona.

Close na miniatura

Kids Gear

Caixa do Kids Gear

Em 1996, o Game Gear já estava dando os seus últimos suspiros. Numa última tentativa de reavivar o console, que já respirava por aparelhos, a SEGA lançou uma edição especial com o jogo Virtua Fighter The Animation, o último lançamento para sistema. O aparelho é inteiramente decorado com arte baseada no jogo, e apesar de ter o mesmo formato físico do Game Gear original, o design ficou bastante diferente. O nome Kids Gear, deve ser talvez uma tentativa de direcionar o Game Gear ao público infantil, já que o público em geral já estava abandonando completamente os sistemas de 8 bits pelo Mega Drive e o SEGA Saturn, à aquela altura.

Kids Gear

Game Gear Sports Edition

Assim como os japoneses, os amreicanos também receberam um Game Gear azul, que era vendido num pacote chamado “Sports Edition”, que acompanhava o jogo World Series Baseball. Este aparelho tinha um tom de azul mais escuro que a versão azul japonesa, sendo a única versão de outra cor lançada fora do Japão.

Game Gear Sports Edition

Handy Gam*boy

Assim como o Master System havia sido batizado de Gam*boy na Coréia do Sul pela Samsung, o Game Gear acabou recebendo também um nome similar, onde “Handy” denota que se trata de um sistema portátil. Foi lançado naquele país em 1991.

Handy Gam*Boy

Game Gear da Majesco

Caixa do Game Gear da Majesco

Em certo momento depois da saída do Game Gear no mercado, a empresa Majesco adquiriu os direitos sobre os consoles antigos da SEGA nos Estados Unidos, re-lançando o Game Gear no ano 2000 com uma tela melhor e com maior duração de bateria. Estes aparelhos podem ser facilmente reconhecidos por terem o botão start roxo, e o logo sem os “botões” coloridos – apesar do aparelho mostrado na arte da caixa não ser assim:

Game Gear da Majesco

Ficha Técnica

NOME:           GAME GEAR
FABRICANTE:     SEGA
PAÌS DE ORIGEM: JAPÃO
ANO:            1990
PROCESSADOR:    Zilog Z80
RAM:            24kB
TELA:           3.2 polegadas
RESOLUÇÃO:      160x144
SPRITES:        64
CORES:          32 simultâneas de 4.096

Galeria

Fontes: Sega Retro, Blog Sega Game Gears, Rob’s Game Gear Site

2 Respostas para “Do Outro Lado da Cerca: SEGA Game Gear

  1. Eu ganhei um que era do meu padrinho quando eu era pequeno, era bem legal, principalmente quando viajava pra algum lugar que não podia levar o megadrive ou não tinha tv.
    Nunca cheguei a usar com pilhas, sempre usei com a fonte do megadrive que por acaso era a mesma do gamegear, tive a maioria desses acessorios, o TV Tuner, Master Gear, Super Wide Gear e o carregador veicular.
    O troço ja era grande mas quando colocava o Super Wide Gear virava um monstro, se vocês repararem na foto da caixa da pra ver que ele tinha uma presilha de metal pra segurar no videogame, na foto não parece tanto mas ficava beeeeeeeem maior que o gamegear que ja não era pequeno.

    Não acompanho o site, mas seria legal falar do Nomad que foi o megadrive portatil literalmente, usava os proprios cartuchos do mega. Só fiquei sabendo da existencia dele depois de muitoooooos anos, ai se soubesse dele quando era criança hahahaha

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s