Do Outro Lado da Cerca: Street Rod (1989, PC-XT)

Nesta semana trazemos para você um clássico imperdível para os fãs de carros e jogos de corrida: o Street Rod, para computadores IBM PC-XT.

Este é um jogo que fez história, e até hoje vemos sua influência nos jogos atuais. Lançado em 1989, o Street Rod é um jogo de corrida de rua, onde você é um rockabilly, no melhor estilo “Nos Tempos da Brilhantina”, comprando e tunando carros para rachas de rua, apostando grana nas corridas, ou até o próprio carro, como vemos nos filmes🙂

O jogo se passa em 1963, e tem um objetivo bem simples: se tornar o Rei da Estrada. Como você faz isso? Preparando seu carro e ganhando um racha contra ele, obviamente! Mas não é uma tarefa fácil: você começa o jogo com 750 dólares, e deve ir comprando e montando seu carro do zero, correr, ganhar mais dinheiro, trocar de carro, equipá-lo novamente, ganhar mais corridas e assim por diante. Qualquer semelhança com os atuais jogos da série Need For Speed NÃO é mera coincidência – esse gênero nasceu bem aqui, neste jogo.

Assim que começa você tem acesso à uma interface bem interessante: tudo se controla através de um jornal de classificados! Você deve comprar seu primeiro carro usado para começar o jogo, e ir ganhando dinheiro em corridas para incrementá-lo. Você pode ver o caderno de carros usados ou de peças de carros, e aí ir fazendo suas compras.

Uma vez com o seu carro, você pode instalar as peças que tem e tuná-lo como quiser, na sua garagem. A interface da garagem é bastante intuitiva, onde você pode clicar em tudo que deseja alterar no carro com o cursor do mouse. Até o jornal está convenientemente dobrado no cantinho da garagem para eventuais consultas😀

Com o carro ao seu gosto, você deve ir no posto abastecê-lo e seguir para o Drive-In, onde a emoção acontece. Vários caras passam por lá com seus carangos, procurando por adversários para corridas. Você pode correr apenas “por diversão” (Just for the Kicks!) sem apostar grana, fazer apostas reais, em grana, ou como falamos antes, apostar o próprio carro – se você for bom mesmo, é uma chance de economizar uma fortuna, lucrando um carro inteiro numa só corrida, mas se você perder e não tiver dinheiro para comprar outro carro, é Game Over.

A jogabilidade da corrida em si é um tanto primária, seguindo a mesma receita dos outros “simuladores” de corrida da época, como Grand Prix Circuit ou Test Drive (os mais desavisados poderiam até confundir um jogo com o outro, se baseado apenas nas telas de controle do carro). Você tem a visão interna de trás do volante, dirigindo usando as setas laterais, e acelerando e freando usando as setas para cima e para baixo, respectivamente. O volante conta ainda com um “ponto”, mostrando o meio do volante, como referência para o jogador saber se volante está sendo virado ou não. A corrida em si é até mais simplista que destes outros jogos, já que são praticamente “drag races” (corridas de arrancada), com poucas curvas – o mais importante é a estratégia de montar um bom carro escolher bem seus adversários.


gameplay do Street Rod

O jogo tem detalhes muito interessantes:

  • Os carros apresentados no jogo são todos reais. São “muscle cars” americanos, da GM, Ford e Chrysler. Muito legal, visto a guerra hoje em dia para se licenciar estas marcas em jogos mais atuais;
  • Como já dito, a interface é muito bacana, com o jornal para navegar, a garagem para mexer no carro, e os menus bem claros e explicativos. Isso é algo muito interessante pra época, pois tudo é bastante intuitivo e bem bolado, algo que não vemos com tanta facilidade nos jogos mais antigos;
  • Animações e gráficos são nota 10: o jogo é bem colorido (no modo VGA), com vários designs de carros, muito bem desenhados, por dentro e por fora – até os painéis dos carros são bacanas, bem no estilo dos carros da época. A atenção para os detalhes é enorme, com animações para troca de pneus e tudo mais, designs diferentes para cada pneu ou acessório do carro, e até manchetes “de época” para o jornal. A cidade, representada no modo de corrida, conta com gráficos em pseudo-3D, algo muito bonito e sofisticado para 1989;
  • Como era comum nos jogos da época, a proteção anti-pirataria do Street Rod é um sistema se senhas no manual do jogo, que nos é apresentado no formado de uma jukebox – algo bem elegante e condizente com o clima do jogo.

Além do PC, este jogo foi portado para várias plataformas, como Amiga, Atari ST e Commodore 64. Em 1991, a California Games lançou uma continuação, o Street Rod 2, que é basicamente “mais do mesmo”, mas com muito mais carros e algumas diferenças gráficas, na interface e em alguns aspectos do gameplay, mas não deixa de ser interessante, já que Street Rod é extremamente viciante, então qualquer continuação é mais que bem vinda😉


Street Rod 2

Desnecessário dizer o quão importante este jogo é para a história dos vídeogames. Street Rod é, se não o primeiro jogo do gênero, o mais influente jogo deste estilo.

Ficha Técnica:

NOME: Street Rod
PLATAFORMA: PC-XT
ANO: 1989
DESENVOLVEDOR: Logica Design Works
PUBLISHER: California Dreams
JOGADORES: 1
FORMATO: Disco 5 1/4 polegadas

Fonte: Wikipedia

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s